MR. JOHNSON E O DEMÔNIO

robert_johnson.jpg

O blues tem muitas lendas e muitas figuras lendárias, mas nenhuma delas certamente se compara a Robert Johnson. Autor de apenas 29 músicas (reza a lenda que ele teria feito 30 e até hoje tem gente procurando por essa 30ª), morto precocemente em circunstâncias misteriosas (reza mais um pouco a lenda), Johnson teria conseguido sua incrivel habilidade para tocar e compor após fazer um pacto com o diabo, numa encruzilhada de uma estrada perdida e empoeirada do Mississipi (continua rezando a lenda). Demônios e anjos à parte, a questão é que alguém conseguiu resgistrar as suas 29 canções em disco e elas foram sendo imortalizadas por milhares de reintepretações pelo mundo todo até hoje. Aqui, um apanhado de vídeos de canções de Johnson, sendo que apenas o primeiro deles traz a voz do próprio bluesman, numa montagem com o fundo musical do clássico Crossroads. Mas a seleção mostra coisas bem interessantes e curiosas, como, por exemplo, o praticamente desconhecido vídeo da obra de Braulio Tavares, poeta e escritor paraibano, e do violeiro e repentista Sebastião da Silva, que conta a história de Johnson e mostra que o blues do Mississipi está mais próximo do sertão e da caatinga brasileira do que muita gente imagina. Há também uma seqüência antológica do primeiro filme Blues Brothers, tendo como fundo uma canção não menos antológica, Sweet Home Chicago. Eric Clapton também comparece com Terraplane Blues, numa das sessões de gravação do álbum Me And Mr. Johnson, reunindo as canções do bluesman do Mississipi e que deu origem também ao DVD Sessions For Robert J. Completando a baciada, uma versão acústica de Love in Vain com os Stones (vocês podem ver/ouvir a versão elétrica e ao vivo aqui, no Festa de Lobo Sempre Começa com Stones); o endiabrado Johnny Winter, interpretando When You Got A Good Friend; o pouco conhecido (no Brasil) Gov’t Mule, um power trio originário da Allman Brothers Band; o também pouco conhecido por aqui (mas ótimo) KM Williams, cantando Come Into My Kitchen, e finalizando o músico santista Gilvan Gomes, o Sr. G., que no momento vem realizando um trabalho de verter para o português todas as canções de Robert Johnson. Aqui ele mostra Crossroads, isto é, Encruzilhada.

Mas vamos aos fatos!

Robert Johnson- Crossroads

Robert Johnson

Blues Brothers ‘Sweet Home Chicago’

Eric Clapton playing “Terraplane Blues”

Amor em vão

Johnny Winter-When You Got A Good Friend (pt.1)

Gov’t Mule – If I Had Possession Over Judgment Day

KM Williams – Come Into My Kitchen

Senhor G na Encruzilhada

corvo2.jpg

Anúncios

2 Respostas para “MR. JOHNSON E O DEMÔNIO

  1. Pingback: O Sr. G. VAI SACAR NO SALOON « Parada

  2. “blues do Mississipi está mais próximo do sertão e da caatinga brasileira do que muita gente imagina”
    Joinha pra você !
    Qualquer comparação entre o blues de Johnson e as músicas escrotas do sertão brasileiro são ofensivas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s