AS GRAMAS DO ILLIMANI

illimani2.jpg

As gramas do Illimani foram o meu alimento principal durante os primeiros anos da minha longa existência. No tempo em que eu pastava nos picos da Cordilheira eu tinha uma longa crina, que virou casaco e eu nunca mais vi. A fauna que frequentava aqueles prados verdejantes às margens do Titicaca sobreviveu às mudanças políticas, tecnológicas e climáticas que lançaram a vida na terra

Mas os ventos andinos ainda carregam o murmúrio do mundo selvagem e de vez em quando ouvem-se algumas vozes. Como a do Corvo Bêbado, esse chupim velhaco que vive de bar em bar enchendo o saco da clientela, dizendo coisas desagradáveis, falando sozinho e sofrendo alucinações. O último delírio do Corvo foi o de não perceber a minha invisibilidade, algo tão óbvio para os habitantes das terras altas e que sempre me acontece quando decido mascar a minha reserva estratégica de grama do Illimani.

Comentários desairosos, mas nem por isso ofensivos, surgiram em apoio à tese da estranheza do meu suposto desaparecimento, dando conta de que eu poderia ter aderido a outra ordem de quadrúpedes, com a qual eu me identifico,  seja pelo apurado senso estético, como também por não vir disfarçada de algo que não é.

Talvez haja quem não saiba, a esses informo que as lhamas são exímias praticantes da complexa modalidade do Cuspe à Distância. Nestes dias de meditação invisível, sete dias de dieta exclusiva de grama do Illimani integral, dediquei-me a treinar potência e precisão do cuspe. Com a popularização dos aparelhos eletrônicos, ficou fácil gravar as imagens desses momentos de concentração. Vejam só o resultado:

lhamadistraidaicone.gif

Anúncios

2 Respostas para “AS GRAMAS DO ILLIMANI

  1. Lhama, que saudade! Que bom que você reapareceu. Fiquei tão emocionado com tuas palavras, em especial com aquelas sobre minha cruzada humanitária junto aos frequentadores de botecos, que me debulhei em lágrimas psicodélicas sobre campos cobertos de gramas do Illimani. Estou aguardando uma oportunidade para te apresentar ao Ornitorrinco Manco, um cara genial que eu conheci durante a tua ausência. Tenho certeza de que você vai gostar muito dele! Muita grama de Illimani pra você e todos os seus.

  2. Pingback: LHAMAS SÃO IDIOTAS? « Parada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s